in ,

As 5 melhores músicas de sacanagem

Sacanagem é bom. Curtir uma sacanagem ouvindo música, melhor ainda.

E tem músicas que praticamente são sacanagem pura e na veia, sem pudores. Parece exagero? Não é. Você vai ouvir a seguir as 5 melhores músicas desse tipo selecionadas por nossa equipe em incontáveis noites de test drive. E então compreenderá que certos talentos da música têm a capacidade de compor levadas e melodias que são puro sexo. Sem frescura e sem rodeios. Fique à vontade para acrescentar sugestões nos comentários.

1 ) Red Hot chili peppers – “Party on your pussy”

Que pussy significa buceta, todo mundo sabe. (O que, você não sabia? OK, compartilhe este post com seus amigos até que todo mundo saiba). O que você talvez não saiba é que os peppers foram não apenas pioneiros da mistura ousada de funk, rock e rap, mas também foram umas das primeiras bandas a falar explicitamente do quanto gostavam de vaginas, nos fim dos anos 80. A ideia, assim como o groove, é simples e eficaz. Numa tradução livre: “Quero festeja na sua buceta”. Quem poderia recusar?

2) The Rolling Stones – “Sex Drive”

Este vídeo conta a história de um homem atormentado pela próprias libido, persguidos por suas fantasias sexuais e que não pode ver um rabo de saia. Ele é interpretado por Mick Jagger, que dizem que tem experiência no assunto. O cara vai a um psicólogo, vivido por Charlie Watts, lendário batera da banda. Em tese esse terapeuta vai ajudá-lo a se livrar da sacanagem. Que piada!Justo quem.

A música tem aquela pegada hipnótica que só o Stones sabem fazer. E há um desfile de beldades para atiçar ainda mais seus desejos carnais.

Se você se identificou com a saga desse pobre ser atormentado pelo tesão, esse vídeo é pra você. 

3) Madonna – “Justify My Love”

O que seria do mundo da putaria musical sem Madonna, não é mesmo? Essa pioneira abriu portas e pernas para que a libertinagem corresse cada vez mais solta na música pop. Deu no que deu e, nos dias de hoje, quando todos os limites parecem ter sido ultrapassados, certo? Bem, talvez não. Há algo de diferente neste vídeo dessa mulher que é ícone da música e do comportamento. Aqui existe algo de mais denso, genuinamente pervertido e envolvente. Algo que te leva de encontro a seus desejos mais profanos numa noite de luxúria interminável (ui!).

Sim, clipes de Rihanna e demais artistas contemporâneas têm sacanagem, mas assista (e ouça) ISTO. Perceba como neste caso é diferente, mais intenso, obscuro… Porque parece proibido.

4) Prince – “Sexy MF”

Sem clipe, só som, porque Prince era muito chato com direitos autorais e não deixava o YouTube postar nada dele (tente encontrar, você acha alguns vídeos ao vivo e covers, mais nada).

OK, não estamos aqui pra falar de direitos autorais, mas de sexo e música e desses assuntos o Ícone Púrpura entendia. Repare no título da música: esse MF vem de “motherfucker“. que em grego significa “filho da puta”. Sexy motherfucker é um (uma?) filha da puta sexy. Sacou?

A letra da música é quase uma versão mais sacana do “Ai, se eu te pego” do Michel Teló, incluindo sadomasoquismo. Mas com muito mais estilo que o Teló, of course. E com uma guitarra letal.

Já a parte instrumental da música é aquele amálgama pop genial que só O Artista Que Quando Vivo Era Chamado de Prince poderia fazer. Soul, R&B, funk de raiz, tá tudo aí, servido na forma de um delicioso confeito pop.

Não entendeu nada? Ouve aí.

P.S.: Acabamos de receber de um leitor o link para o vídeo!

5) Marvin Gaye – “Sexual Healing”

A letra é dramática, “estou fervendo de desejo por você!” E ainda…

“Sou como um barco naufragando e preciso desse remédio, dessa cura através do sexo que só você pode me proporcionar”.

A interpretação de Gaye, um dos maiores vocalistas de Soul da História, é primorosa, como sempre. Vai do drama rasgado ao sedutor e sutil em segundos, sem perder a classe.

Essa é uma música que parece te envolver num vai-e-vem gostoso (ui!), reforçado pelo corinho feminino. Um clássico da foda que já deve ter embalado milhões de atos sexuais pelo mundo inteiro desde seu lançamento, em 1982.

Nunca ouviu? Não perca tempo. Isto é libido em forma de música.

What do you think?

0 points
Upvote Downvote

Total votes: 0

Upvotes: 0

Upvotes percentage: 0.000000%

Downvotes: 0

Downvotes percentage: 0.000000%

Written by RC

RC

Somos uma equipe de refinados cavalheiros versados nas mais diversas áreas do conhecimento humano, mas com algo em comum: nosso devotado estudo da alma feminina em todas as suas manifestações. Principalmente a física.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *